segunda-feira, 8 de abril de 2019

A linguagem é a casa do ser


Na primeira semana de abril, a educadora Thais Rocha, que ministra as atividades de Relações Humanas no Calábria, instigou os educandos do Trabalho Educativo Informática em desafios que estimulassem a oratória e a escrita, assim como a interação e criatividade.


Durante todo o mês as propostas da educadora serão com base no estímulo à Inteligência Linguística, buscando analisar e descrever melhor o conceito de inteligência para os educandos. De acordo com o psicólogo Howard Gardner, o ser humano possuí vários tipos de inteligência, nessa perspectiva ele desenvolveu a teoria das inteligências múltiplas da qual a linguística faz parte.


Quando o assunto é o estimulo a inteligência linguística, podemos citar algumas: leituras individuais e em grupo, dinâmicas de comunicação oral e escrita, momentos de conversa para dividir experiências e sentimentos com os demais, fazer jogos e desafios com palavras e figuras como palavras cruzadas, desenvolver projetos, fazer entrevistas, escrever um diário, ter um momento de conversa em família, promover debates, cantar e fazer teatro.


“Estes estímulos são os que mais alavancam o desenvolvimento da inteligência de um modo geral, despertando a sensibilidade de conhecer melhor o mundo, de perceber cada vez mais como sentem e pensam as outras pessoas, também ajudam na aquisição da ordem, da lógica, da concentração e da memória”, comenta a educadora Thais.
Com base nisso, Thais desenvolveu atividades buscando aprimorar a capacidade de raciocínio e concentração dos alunos, ampliando a capacidade cognitiva destes. Também foi trabalhado com os jovens questões sobre respeito as diferenças e individualidades do ser, além de empatia ao próximo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário