quinta-feira, 23 de maio de 2019

Educandos do Calábria aprendem sobre História da Arte


Com o intuito de desenvolver o lado estético das crianças e proporcionar o conhecimento artísticos das mesmas, os educandos do Educação Integral tiveram a oportunidade de ter uma tarde divertida que contou com a mistura de muita natureza e arte. 


Os educandos foram convidados a conhecer as obras dos principais artistas da história, além de suas origens e técnicas artísticas. Entre os artistas apresentadas estavam as obras de Leonardo Da Vinci, Johannes Vermeer, Frida Kahlo, Pablo Picasso, entre outros.


O objetivo dessa atividade, segundo a educadora Karine, foi proporcionar o conhecimento artístico, enriquecendo o lado cultural das crianças. “A importância de se conhecer a história da arte é tão grande quanto de se estudar outras questões históricas, pois é através dela que temos o conhecimento visual do nosso passado histórico”, cita a Educadora. 

Educação integral fortalecendo o Trabalho em Equipe


Os educandos do Projeto Saberes da Esperança da turma T3 realizaram sob a orientação do Educador Bruno Canal uma dinâmica na qual o objetivo é mostrar a importância do trabalho em grupo.


Os educandos sentaram em círculo e apoiaram-se sobre as costas do outro colega. Durante a dinâmica, o Educador trouxe um texto reflexivo e foi tirando uma cadeira de cada vez, fazendo com que os educandos permanecessem apoiados formando uma ponte sustentada pelo trabalho em grupo da turma. 



A proposta foi de trazer uma reflexão de que na vida precisamos compreender a importância do trabalho coletivo e de que juntos podemos trabalhar por um bem maior. 

Educação Integral com a Arte na palma da mão



No mês da Inteligência Artística, o Educador Bruno Canal, dos Projetos Saberes da Esperança, trabalhou com a "A arte na palma da mão", uma atividade integrada com os educandos da turma M2.


Os jovens aprenderam uma técnica de desenhar a partir da palma. Os educandos se divertiram realizando a atividade e perceberam que mesmo com dificuldade de desenhar usando essa técnica puderam produzir diversos desenhos. 


terça-feira, 21 de maio de 2019

Maria é a Dona da Obra


Maria é a Dona da Obra

São João Calábria tinha um amor e uma devoção toda especial à Nossa Senhora, afirmando sempre que ela era a Dona da Obra. Constantemente Padre Calábria confiava a Maria a sua vida e todas as atividades que a Obra realizava, pois tinha a convicção profunda de que a mãe de Jesus era também mãe de todos nós, mãe que ama de verdade e não abandona os seus filhos e filhas. Para conhecermos um pouco mais dessa devoção de São João Calábria, compartilhamos um trecho dos seus escritos, a Carta XXXVI, de Maio de 1944:

                                                    

Meus queridos e amados irmãos/ãs!

A graça e a paz de Jesus Bendito estejam sempre conosco, mas especialmente neste lindo mês de maio, dedicado totalmente à devoção à nossa querida Mãe do céu, Nossa Senhora. A cada ano exorto-os a passarem-no dignamente, a fim de honrar da melhor forma possível Aquela que nos nossos “Cargos Perpétuos”, como vocês sabem, fora constituída Dona da Casa e da Obra. Mais ainda sinto-me impelido a fazer isso neste ano, que marca o quinto mês de maio em guerra. Ruínas e aflição, lutos e dores de todo tipo foram se multiplicando no mundo num ritmo assustador, apocalíptico, e de alguns meses para cá o turbilhão devastador abateu-se também sobre a nossa querida pátria.
Venha bem, portanto, o querido e santo mês de maio, mês de Maria, mês de graças. Tenho muita confiança de que Maria, movida de compaixão por tantas misérias, Ela que é Mãe da misericórdia, nos obtenha primeiro de tudo a reforma da nossa vida, e depois a tão suspirada paz.
                   Vocês lembram da solene novena que pouco tempo atrás fizemos em honra do seu Coração Imaculado? Naquela ocasião eu lhes dizia que Maria era simbolizada por aquela nuvenzinha, vista pelo Profeta Elias, que logo depois cobriu o céu de nuvens e deu à terra, ressecada por uma grande estiagem, uma chuva restauradora, abundante. Então eu manifestava a esperança de que aquela nossa novena representasse quase que a sétima oração do Profeta, depois da qual o Senhor, aplacado pela materna intercessão de Maria, fizesse despontar o arco-íris da paz, concedendo-nos ao mesmo tempo a graça de viver uma vida verdadeiramente cristã, religiosa, sacerdotal. Repito nesta minha carta o mesmo auspício, e como em maio teremos também a festa de Pentecostes, recorramos a Maria para ter e merecer uma mais abundante efusão das graças e dos dons do Espírito Santo, assim como ela os conseguiu para os Apóstolos, no meio dos quais rezava esperando o grande acontecimento.
Maria é a Dona da Obra, recorramos portanto a Ela, para que derrame sobre nós as suas bênçãos maternas neste querido mês e em toda a nossa vida!
Pe. João Calábria

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Análise fotográfica é tema no Calábria


Neste mês de maio, as turmas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Cuidados São João Calábria participaram de atividades propostas pela educadora Thais N Rocha, trazendo como principal objetivo exercitar a sensibilidade e percepção artística por imagem, onde interpretaram diversas temáticas através da análise fotográfica.



Thais defende que diariamente, consumimos e observamos imagens como emblemas de comunicação. Este tipo de atividade pode ser dada e interpretada de diversas maneiras, trazendo em reflexão a capacidade de observação individual de cada educando. As turmas puderam observar nas fotografias temas como desigualdade social, conscientização ambiental, miséria, amor, coragem, tristeza, diversão, criatividade, teatro, arte, cultura, tabaco, consumo, capitalismo, dentre outros.



“De uma maneira ou de outra, cada um tem uma conclusão de uma imagem. O que precisamos exercitar é a percepção além da primeira vista, observar os detalhes é fundamental”, comenta a educadora. Thais salienta, ainda, que a fotografia é capaz de nos impressionar, transmitir sentimentos diferentes em cada pessoa.



Trabalho Educativo estimula a percepção estético artística



Nos dias 13 e 14 de maio, os educandos do Trabalho Educativo Informática, orientados pela educadora Thais N Rocha da modalidade Relações Humanas, estimularam a percepção estética, expressando o belo e a definição de beleza através de registros fotográficos nos espaços do Calábria.



Além disso, os educandos usaram o programa Power Point para criar slides e apresentar todos os registros a turma de forma a compartilhar a percepção de todos.





Esse elemento de percepção visual possibilita registrar o senso estético que é o gosto pessoal, apreciação, belo e agradável ao sentido humano com toques artístico e colocar a sensibilidade e criatividade em prática. “A fotografia é um processo que se rege pela percepção e também transmite sentimentos”, comenta a educadora.

A inteligência estética é uma maneira de entender o que é belo

Na primeira semana de maio, os educandos do Trabalho Educativo Informática na modalidade de Relações Humanas orientados pela educadora Thais Rocha, instigaram o olhar sensível, buscando compreender a inteligência estético artística.
Segundo a educadora, é preciso refletir sobre quem decide a beleza das coisas. É um ponto de vista mais essencial. A beleza estética artística na contemporaneidade mostra um tempo de desconstrução do que é belo.  Vivemos em um mundo de aflição, com desigualdades e conflitos. “Falar sobre estética, é mostrar a sensibilidade do belo, nos mostrando que beleza não tem total definição”, afirma Thais.





quinta-feira, 16 de maio de 2019

Atividades práticas e novos saberes marcam o mês na Mecânica


O último mês foi repleto de atividades práticas e novos conhecimentos no curso de Mecânica de Automóveis do Calábria. Os jovens foram desafiados a repararem uma bomba hidráulica. A turma M2 identificou diversos problemas nessa peça e realizaram os procedimentos para sua devida manutenção ou substituição.


O educando Wellington Mello revela os principais passos utilizados para a manutenção da bomba: “eu desmontei a bomba hidráulica que faz parte do setor de direção. Desmontei ela para identificar se não tinha nenhuma avaria ou desgaste. Fazendo esse processo o educador Deivid foi me auxiliando e explicando caso tenha mais algum defeito”, comenta.

Sistema de direção também fez parte das atividades

Os jovens também realizaram a manutenção do sistema de direção de uma Kombi. Os jovens da turma M2 procuraram o defeito, realizaram um diagnóstico e atuaram na resolução do problema. Os educandos Gabriel e Luiz efetuaram o procedimento de troca, retirando a peça e colocando uma nova.


Para cumprir o desafio, os jovens precisaram utilizar um kit de ferramentas que contém mais de 100 peças. Os alunos, com orientação do educador Deivid, instaram o conjunto de trava de direção, o imobilizador e o volante.

Em outro momento, buscando solucionar um problema semelhante, os jovens detectaram várias avarias e defeitos nos componentes da direção. Os jovens começaram retirando o anel e o retentor Os educandos Fábio, Carlos e Henrique, também da turma M2, identificaram problemas em vista da falta de lubrificação, os reparos foram feitos com o auxílio da maleta de ferramentas e orientação do educador Deivid.

Design Digital participa de aula sobre temas transversais


Os educandos do curso de qualificação de Design Digital participaram de atividade diferenciada na última semana, onde puderam prestigiar uma aula sobre temas transversais cujo tema foi planejamento de vida.


Os educandos foram desafiados pela educadora Carla Carvalho a colocar em um papel as principais ideias e caminhos que vão seguir quando terminarem o curso no Calábria. A educadora salienta que ter um planejamento de vida é fundamento para se alcançar perspectivas e metas profissionais no futuro.


“O curso profissionalizante do Calábria é apenas o primeiro passo de muitos que estão por vir”, comenta Carla.


quarta-feira, 15 de maio de 2019

Pães doces com creme e coco na Padaria do Calábria



Na última semana, educandos do curso profissionalizante em panificação e confeitaria do Calábria, do educador Maicon Bianchin, realizaram a atividade prática de fabricação de pães doces utilizando recursos mecânicos para a produção.


Na atividade, os jovens foram oportunizados a usar a amassadeira semi-rápida de duas velocidades, divisora e a modeladora de pães. Um dos momentos mais importantes da aula foi perceber a assimilação dos alunos ao relatarem que as características como sabor, a forma e textura eram diferentes e que isso tinha relação direta com a proporção de ingrediente inseridos na receita como gordura, leite e açúcar.

Educandos da padaria produzem deliciosos pastéis fritos


No último dia 10 de maio, os educandos do curso profissionalizante em panificação e confeitaria confeccionaram pastéis fritos. O processo de fabricação da massa foi manual. O educador da turma revela que a maior dificuldade encontrada pelos educandos na aula foi a baixa adição de água no processo, o que fez a massa ficar mais firme e com menos manuseio.


Para a finalização da massa foi utilizado o cilindro até que a massa se tornasse homogênea, lisa e fina para rechear e fechar os pastéis. Os educandos e educador deixaram a deliciosa receita para que você, leitor, possa se desafiar e replicar em casa. Confira abaixo.


Receita pastel frito:

1kg de farinha;
15gr de sal
75gr de banha (ou manteiga, margarina);
15ml de cachaça;
300ml de água;

Misture todos ingredientes secos, em seguida a água (aos poucos) e a cachaça pôr fim a banha.

Obs: deixe a massa o mais seca possível.


Ex-aluno da Mecânica palestra e motiva educandos do Calábria


Os educandos do curso de Mecânica tiveram uma surpresa na última semana. O ex-educando do curso de Mecânica Automotiva Lucas Habian palestrou sobre sua época como aluno e revelou como o curso ajudou em sua vida.


Formado em 200, Lucas falou sobre os desafios da sua época. Não guardou elogios aos educadores e à instituição. Após sua formação, o mecânico foi efetivado na empresa em que trabalhava como Jovem Aprendiz e colocou em prática o que havia aprendido no curso.


Os alunos presentes fizeram muitas perguntas e agradeceram pela palestra, que sinaliza um futuro brilhante para todos os educandos que se esforçarem em busca de um futuro por meio da qualificação profissional.


O Calábria agradece o palestrante Lucas pela disponibilidade e deseja ainda mais sucesso na sua caminhada profissional.

Jogos de improvisação são atividades no Design de Multimídias



O cenário é o centro da cidade. Há uma praça. Um banco para sentar. Árvores e pássaros. Crianças brincando e pessoas passeando. A praça é rodeada de casas com muros pequenos. Algumas casas com dois andares e janelas com vista para o movimento. Há um pequeno comércio local também. Este é o início do trabalho de criação de personagem e de improvisação proposto para os educandos do Design de Multimídias. 


A atividade colabora para a concentração, desinibição, trabalho em equipe e para a argumentação, além da criatividade e do desenvolvimento pessoal na expressão verbal.
Cada aluno recebe um personagem previamente criado pelo educador. Nenhum deles sabe qual papel o outro recebeu. Eles se prepararam e criaram a personagem para interagir posteriormente. Ao final do prazo de preparação, orienta-se a cena. 


Todos deverão atuar de acordo com o que foi criado e estabelecer os diálogos com seus pares como informado na instrução da personagem. A cena deverá ocorrer como e quando os educandos acharem válido. Cada um tem uma fala obrigatória e uma ação específica. Em determinados momentos, vários alunos estarão atuando ao mesmo tempo em espaços diferenciados dentro do cenário. 



O resultado disso é uma atividade bastante divertida, mas que trabalha aspectos necessários na construção dos roteiros e das produções de audiovisual que serão propostas nos próximos meses no curso. 

Confira abaixo algumas das personagens e suas instruções:

O carteiro - Você é um carteiro. Usa uma mochila a tira colo. É apaixonado pela florista. Você sente timidez, mas está criando coragem para se declarar. Encoraja-se e desiste várias vezes. Chega a conversar com a florista, mas não se declara objetivamente. Sempre faz rodeios para falar. Em determinado momento vocês se encontram em cena.


Fala obrigatória: Tempo bom para surfar, não acha? As ondas ficam sempre no mar! Que maravilha, não acha?

A florista - Você trabalha na floricultura. Mexe com flores, prepara buquês. Atende telefone. Há alguém apaixonado por você, mas você não está decidida, pois há outro rapaz que também tem interesse. Em determinado momento vocês se encontram em cena. Você é muito extrovertida. Compra um produto do vendedor que está por ali.
Fala obrigatória: O tempo é relativo. Precisamos sempre pensar em qual lado da porta do banheiro estamos.

Velha fofoqueira - Você é uma senhora aposentada que passeia na praça. Sempre cumprimenta todo mundo. Encontra-se com outra personagem semelhante para conversar em algum local. Você sempre releva tudo o que ela fala, não levando em conta a rabugice. Em determinado momento vocês se encontram em cena. Compra um produto do vendedor que está por ali.

Fala obrigatória: Eu nunca vi... como tá morrendo gente que não morria antes!! 

Vendedor de pipoca - Você não anuncia o seu produto. Mas todo mundo vem comprar. Só você sabe que são pipocas. Ninguém mais da cena sabe. Não deixe isso claro. Faça sua mercadoria, venda e entregue sem dizer o que é. Fale sobre qualquer assunto. Se perguntarem “o que você está vendendo” não diga. Enrole... diga que está uma delícia como sempre.