quarta-feira, 4 de março de 2015

Por que doar meu Imposto de Renda?


Anualmente, o Tribunal de Contas da União (TCU) emite um quociente de participação para cada Estado e para cada município. Percebam como o funil vai ficando cada vez menor, até praticamente “minguar” quando chega ao município.

Agora um pergunta importante: Será que esse valor vai financiar as necessidades do meu município? Responda em silêncio.

Mas vamos pensar numa outra perspectiva. E seu eu (pessoa física) tivesse o poder de decidir sobre uma parte do meu Imposto de Renda? Em que município ele deve ficar? Em qual programa/projeto ser investido? Qual instituição beneficiar? Que tipo de ação eu apoiaria?

Caro leitor, eu quero dar-lhe uma boa notícia: Você tem este poder! No Brasil, existem diversas leis de incentivo (Lei Rouanet, Lei do Audiovisual, Lei de Incentivo ao Esporte, FUNCRIANÇA, Fundo Nacional do Idoso, Pronas, Pronon), que nada mais são do que poder discricionário dado ao contribuinte.

Gostaria de propor ao leitor a seguinte reflexão: R$ 1.000,00 terão de ser pagos de qualquer maneira. O desembolso é certo. Por que não usar do meu poder e destinar parte deste IR em ações que conheço e que posso fiscalizar? Enquanto contribuinte, eu posso destinar parte do meu IR, utilizando as leis de incentivo. R$ 60,00 de cada R$ 1.000,00, que a pessoa física pode doar, ou seja, 6% em média.

Confesso que o 6% sempre me pareceu muito pouco para doar. Mas diante desta nova perspectiva e valores, a minha visão mudou, e ficaria feliz se o leitor assim também entendesse. Estamos às vésperas da entrega da declaração da pessoa física. Ainda é possível utilizar-se deste poder discricionário. Aproveite o momento e utilize-o. Não vai doer nada a mais no seu bolso.

Procure seu contador!

Autor: Loriberto Starosky Filho - Doutorando em Administração e Mestre em Contabilidade. Membro da ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos, Consultor para o Terceiro Setor e Professor. Mais informações: loriberto.filho@gmail.com  

Confira a matéria completa em: ABCR
Foto: O Povo online


Fonte: Dica 

Nenhum comentário:

Postar um comentário