sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Dia do Pajador Gaúcho – 30 de janeiro


30 de janeiro é o Dia do Pajador Gaúcho. A data, reconhecida por lei no Rio Grande do Sul, presta homenagem a um dos mais renomados pajadores do estado: Jayme Caetano Braun, que nasceu nesta data, em 1924. Ele é considerado o patrono do Movimento Pajadoril, surgido a partir do ano de 2001, com a vigência da Lei 11.676/2001.

Pajada é uma forma de poesia improvisada vigente também na Argentina, no Uruguai e no Chile. É uma forma de repente em estrofes de 10 versos, de redondilha maior e rima ABBAACCDDC, com o acompanhamento de violão. A pajada remonta os romances e quadras medievais e renascentistas, trazidos pelos povoadores europeus e adaptadas às temáticas campeiras. Está presente no sul da América desde quando as fronteiras eram imprecisas, o que impossibilita dar uma nacionalidade ao gênero artístico.

No sul do Brasil, as pajadas são cantadas em versos em Décima Espinela, no estilo recitado com acompanhamento musical de um músico de apoio, normalmente em milonga. Entre os destaques da atualidade estão os pajadores gaúchos Paulo De Freitas Mendonça, Pedro Junior da Fontoura e Jadir Oliveira.

Conheça algumas pajadas de Jayme Caetano Braun


Fonte: Dica

Nenhum comentário:

Postar um comentário