terça-feira, 15 de outubro de 2013

O professor sempre está errado




 Dizem que o professor
Sempre está errado
Quando ele é muito jovem
É bastante criticado
Falta-lhe a experiência
Por muitos é desprezado.

Se ele fala em voz alta
É porque vive gritando
Se fala em tom normal
Ninguém tá o escutando
E essa bela profissão
Se transforma em desengano.

Se não falta ao colégio
De “Caxias” é chamado
Quando precisa faltar
De “turista” é nomeado
Na vida, o professor
Sempre é observado.

Quando ele está conversando
Com os outros professores
Está “malhando” o aluno
É um dos seus traidores
Não conversa, é desligado
Orgulhoso, sem valores.

Se ele dá muita matéria
Não tem dó do estudante
Quando dá pouca matéria
Não prepara, é um farsante
E a vida do professor
Fica bastante estressante.

Quando brinca com a turma
É metido a engraçado
Se não brinca é ruim
É cara-de-pau, é chato
Por isso, o professor
Sempre, sempre, está errado.

Se ele chama à atenção
É ignorante ou grosso
Não chama à atenção
Não se impõe, tem medo, é frouxo
E a vida do professor
Torna-se um grande alvoroço.

Se faz uma prova longa
Não dá tempo responder
Se a prova é muito curta
Tira as chances de aprender
E a cabeça do educando
Ninguém consegue entender.

Falando corretamente
Ninguém lhe entende nada
Fala a língua do aluno
Sua fala é rejeitada
Pois não tem vocabulário
Sua aula é desprezada.

O aluno é reprovado
Foi uma perseguição
O aluno é aprovado
“Deu mole” é um bobão
E assim o professor
Segue a sua profissão.

Desse jeito o professor
Está sempre, sempre errado
Mas se você conseguiu
Lê o que aqui foi contado
Agradeça a seu mestre
Ele deve ser honrado.

Ser professor é paixão
Amor e dedicação
É ser do aluno um pai
Um amigo, um irmão
Se você é professor
Parabéns, pela missão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário