sexta-feira, 24 de maio de 2019

Educandos estimulam percepção estética e artística com o tato



Este mês as turminhas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Cuidados São João Calábria participaram de uma atividade proposta pela educadora Thais N Rocha sobre “Percepção estético artística” através do sentido da visão e tato, na Oficina de Artes que acontece todas as quartas-feiras.


Com entusiasmo e autonomia, eles estimularam habilidades de coordenação motora fina, potencializa o estímulo cognitivo, inteligência, imaginação, concentração, criatividade, além disso, fortaleceram as relações com diversão e trocas de aprendizagens com os colegas e ajuda mútua.


É uma atividade que contribui com benefícios, onde o manuseio livre revela inúmeras formas de trabalho, comenta a educadora.

Desafio sobre confeitaria movimenta alunos da Padaria


No mês de maio, a educadora Cristina Balbueno, do curso  Padaria, lançou uma proposta para os seus alunos do turno da manhã.

De acordo com o planejamento mensal que aborda temas pertinentes a confeitaria, os alunos foram desafiados a estudar e balancear receitas de doces gourmets ou tradicionais.
Um doce é considerado gourmet quando os ingredientes são da melhor qualidade possível. Além disso, o doce gourmet deve ser preparado com o máximo de cuidado para atingir a textura ideal, apresentando cremosidade e um visual diferenciado.


No brigadeiro gourmet, por exemplo, o leite condensado é da melhor qualidade. Em vez de achocolatado, é usado um chocolate nobre ou cacau em pó. No lugar da margarina, manteiga, que é mais rica em leite e tem aquele sabor incomparável ou até mesmo creme de leite.


A finalização do doce foge aos padrões convencionais, onde está presente a criatividade de quem o produziu, é uma forte tendência no ramos da brigaderia, podendo ser uma fonte de renda.  



No laboratório de aprendizagem foram elaborados os seguintes doces: brigadeiro de laranja, brigadeiro de limão, mini churros e o tradicional camafeu.
O camafeu é um doce a base de nozes e cobertura fondada.


O imperador francês Napoleão era apaixonado pelos camafeus, e chegou a fundar em Paris uma escola para ensinar a arte da produção de camafeus a jovens aprendizes.
O doce levou esse nome pelo seu formato, que lembra o da joia. Ele geralmente é feito para casamentos e é considerado um doce “nobre”.

Meio ambiente guia atividade da Marcenaria



Educandos da Marcenaria tiveram uma atividade diferenciada na última semana. Os educandos participaram de momentos na oficina de temas transversais, onde abordaram o tema meio ambiente.


A educadora Carla realizou diversas propostas para promover reflexão sobre a importância do cuidado com nossa “casa comum”. Foi abordado esse tema com os alunos para conscientiza-los sobre a importância das atitudes individuais para o futuro do planeta. Para refletirem sobre a importância e o papel da educação ambiental.

Com muitas cores e diversão, educandos produzem o famoso slime


A turminha do SCFV I produziu a nova febre do momento entre as crianças, a famosa Slime, que nada mais é que a amoeba caseira.
Apesar de parecer algo bobo, a slime é terapêutica, exercita a paciência, coordenação motora, imaginação e criatividade. Fora que o resultado final é super divertido e cada um pôde levar o seu para a casa.


Faça o seu também!!!
Ingredientes:
Cola branca
Bicarbonato de sódio
Água boricada
Tinta cor de sua preferência
Utensílios:
1 pote (para misturar os ingredientes)
1 copo (para misturar água boricada e bicarbonato)
1 colher de sopa (uma para mexer a slime)
1 colher de chá (mistura bicarbonato + água boricada = ativador)
Modo de fazer:


1.    Em um potinho, com auxílio de uma colher. Adicione a quantidade de cola desejada no pote, pingue gotas da tinta de sua cor favorita e misture.
2.    No copo, coloque mais ou menos uma colher de chá rasa de bicarbonato de sódio e depois uma colher de sopa de água boricada, misture até o bicarbonato dissolver totalmente.
3.    Aos poucos, com auxílio da colher de chá vá adicionando o ativador à mistura de cola e tinta, que está no pote (não precisa utilizar todo ativador só o necessário).
4.    Mexa bem até a slime parar de grudar no pote.
5.    Então ela estará pronta, agora só precisa se divertir!!


quinta-feira, 23 de maio de 2019

Educandos do Calábria aprendem sobre História da Arte


Com o intuito de desenvolver o lado estético das crianças e proporcionar o conhecimento artísticos das mesmas, os educandos do Educação Integral tiveram a oportunidade de ter uma tarde divertida que contou com a mistura de muita natureza e arte. 


Os educandos foram convidados a conhecer as obras dos principais artistas da história, além de suas origens e técnicas artísticas. Entre os artistas apresentadas estavam as obras de Leonardo Da Vinci, Johannes Vermeer, Frida Kahlo, Pablo Picasso, entre outros.


O objetivo dessa atividade, segundo a educadora Karine, foi proporcionar o conhecimento artístico, enriquecendo o lado cultural das crianças. “A importância de se conhecer a história da arte é tão grande quanto de se estudar outras questões históricas, pois é através dela que temos o conhecimento visual do nosso passado histórico”, cita a Educadora. 

Educação integral fortalecendo o Trabalho em Equipe


Os educandos do Projeto Saberes da Esperança da turma T3 realizaram sob a orientação do Educador Bruno Canal uma dinâmica na qual o objetivo é mostrar a importância do trabalho em grupo.


Os educandos sentaram em círculo e apoiaram-se sobre as costas do outro colega. Durante a dinâmica, o Educador trouxe um texto reflexivo e foi tirando uma cadeira de cada vez, fazendo com que os educandos permanecessem apoiados formando uma ponte sustentada pelo trabalho em grupo da turma. 



A proposta foi de trazer uma reflexão de que na vida precisamos compreender a importância do trabalho coletivo e de que juntos podemos trabalhar por um bem maior. 

Educação Integral com a Arte na palma da mão



No mês da Inteligência Artística, o Educador Bruno Canal, dos Projetos Saberes da Esperança, trabalhou com a "A arte na palma da mão", uma atividade integrada com os educandos da turma M2.


Os jovens aprenderam uma técnica de desenhar a partir da palma. Os educandos se divertiram realizando a atividade e perceberam que mesmo com dificuldade de desenhar usando essa técnica puderam produzir diversos desenhos. 


terça-feira, 21 de maio de 2019

Maria é a Dona da Obra


Maria é a Dona da Obra

São João Calábria tinha um amor e uma devoção toda especial à Nossa Senhora, afirmando sempre que ela era a Dona da Obra. Constantemente Padre Calábria confiava a Maria a sua vida e todas as atividades que a Obra realizava, pois tinha a convicção profunda de que a mãe de Jesus era também mãe de todos nós, mãe que ama de verdade e não abandona os seus filhos e filhas. Para conhecermos um pouco mais dessa devoção de São João Calábria, compartilhamos um trecho dos seus escritos, a Carta XXXVI, de Maio de 1944:

                                                    

Meus queridos e amados irmãos/ãs!

A graça e a paz de Jesus Bendito estejam sempre conosco, mas especialmente neste lindo mês de maio, dedicado totalmente à devoção à nossa querida Mãe do céu, Nossa Senhora. A cada ano exorto-os a passarem-no dignamente, a fim de honrar da melhor forma possível Aquela que nos nossos “Cargos Perpétuos”, como vocês sabem, fora constituída Dona da Casa e da Obra. Mais ainda sinto-me impelido a fazer isso neste ano, que marca o quinto mês de maio em guerra. Ruínas e aflição, lutos e dores de todo tipo foram se multiplicando no mundo num ritmo assustador, apocalíptico, e de alguns meses para cá o turbilhão devastador abateu-se também sobre a nossa querida pátria.
Venha bem, portanto, o querido e santo mês de maio, mês de Maria, mês de graças. Tenho muita confiança de que Maria, movida de compaixão por tantas misérias, Ela que é Mãe da misericórdia, nos obtenha primeiro de tudo a reforma da nossa vida, e depois a tão suspirada paz.
                   Vocês lembram da solene novena que pouco tempo atrás fizemos em honra do seu Coração Imaculado? Naquela ocasião eu lhes dizia que Maria era simbolizada por aquela nuvenzinha, vista pelo Profeta Elias, que logo depois cobriu o céu de nuvens e deu à terra, ressecada por uma grande estiagem, uma chuva restauradora, abundante. Então eu manifestava a esperança de que aquela nossa novena representasse quase que a sétima oração do Profeta, depois da qual o Senhor, aplacado pela materna intercessão de Maria, fizesse despontar o arco-íris da paz, concedendo-nos ao mesmo tempo a graça de viver uma vida verdadeiramente cristã, religiosa, sacerdotal. Repito nesta minha carta o mesmo auspício, e como em maio teremos também a festa de Pentecostes, recorramos a Maria para ter e merecer uma mais abundante efusão das graças e dos dons do Espírito Santo, assim como ela os conseguiu para os Apóstolos, no meio dos quais rezava esperando o grande acontecimento.
Maria é a Dona da Obra, recorramos portanto a Ela, para que derrame sobre nós as suas bênçãos maternas neste querido mês e em toda a nossa vida!
Pe. João Calábria

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Análise fotográfica é tema no Calábria


Neste mês de maio, as turmas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Cuidados São João Calábria participaram de atividades propostas pela educadora Thais N Rocha, trazendo como principal objetivo exercitar a sensibilidade e percepção artística por imagem, onde interpretaram diversas temáticas através da análise fotográfica.



Thais defende que diariamente, consumimos e observamos imagens como emblemas de comunicação. Este tipo de atividade pode ser dada e interpretada de diversas maneiras, trazendo em reflexão a capacidade de observação individual de cada educando. As turmas puderam observar nas fotografias temas como desigualdade social, conscientização ambiental, miséria, amor, coragem, tristeza, diversão, criatividade, teatro, arte, cultura, tabaco, consumo, capitalismo, dentre outros.



“De uma maneira ou de outra, cada um tem uma conclusão de uma imagem. O que precisamos exercitar é a percepção além da primeira vista, observar os detalhes é fundamental”, comenta a educadora. Thais salienta, ainda, que a fotografia é capaz de nos impressionar, transmitir sentimentos diferentes em cada pessoa.



Trabalho Educativo estimula a percepção estético artística



Nos dias 13 e 14 de maio, os educandos do Trabalho Educativo Informática, orientados pela educadora Thais N Rocha da modalidade Relações Humanas, estimularam a percepção estética, expressando o belo e a definição de beleza através de registros fotográficos nos espaços do Calábria.



Além disso, os educandos usaram o programa Power Point para criar slides e apresentar todos os registros a turma de forma a compartilhar a percepção de todos.





Esse elemento de percepção visual possibilita registrar o senso estético que é o gosto pessoal, apreciação, belo e agradável ao sentido humano com toques artístico e colocar a sensibilidade e criatividade em prática. “A fotografia é um processo que se rege pela percepção e também transmite sentimentos”, comenta a educadora.